sexta-feira, 7 de julho de 2017

MOSTRA DE CINEMA INFANTIL 2017

A 16ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, promovida pelo Ministério da Cultura (Governo Federal e Estadual), está acontecendo de 1 a 9 de julho de 2017 no Teatro Pedro Ivo. Foram reservadas cem vagas para cada unidade de educação pública, sendo contempladas desta forma, quatro turmas da Creche Idalina Ochôa, que participaram do evento nos dias 04 e 05 de julho. 


A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis tem como principal objetivo exibir filmes que traduzem a multiplicidade cultural do Brasil e do mundo. A diversidade é fundamental para o desenvolvimento da consciência e, consequentemente, da cidadania. É no contato com as diferenças que nos enxergamos.
As imagens exercem um grande poder na formação das crianças. A qualidade do conteúdo que apresentamos a elas, sejam filmes, programas de TV ou estímulos artísticos ajudam na construção de valores e saberes.
O cinema é uma expressão que incorpora a música, a literatura, as artes cênicas e plásticas, além de outras áreas do conhecimento, como história, geografia, ciência. A sétima arte pode ser um suporte para a formação cultural de um indivíduo mais crítico e consciente.
A Mostra acredita que o cinema que valoriza a cultura (a “nossa” e a do “outro”), incentiva a autoestima, gera curiosidade e, acima de tudo, que diverte as crianças, pode ser a chave para um mundo melhor. Um mundo que aceite as diferenças como parte da riqueza cultural.

 












 Tem programação para a família durante o fim de semana. Confira:






quarta-feira, 28 de junho de 2017

PROJETO NATAÇÃO 2017

O projeto acontece na academia Da Vula, todas as sextas-feiras, com duas turmas de manhã e duas a tarde, com as aulas ministradas pelo professor Walmir e com a presença de mais duas professoras dentro da piscina. Uma delas, responsável pelo projeto, é a professora de educação física Denize Farias, que mesmo estando em licença prêmio, seguindo para a sua aposentadoria, já se comprometeu em manter o projeto como voluntária. Outras duas ou três pessoas, dependendo do grupo, ficam fora da água, nas bordas, garantindo a segurança com seus olhares atentos. 

O projeto tem como objetivo oportunizar experiências na piscina, facilitando a adaptação das crianças ao meio líquido, estimulando a independência delas, situação imprescindível para moradores de uma ilha, além de ser um estímulo ao esporte, melhorando a capacidade respiratória e cardiovascular. Sabe-se também que a natação trabalha de forma positiva a auto estima, com os desafios vencidos e metas alcançadas. Abaixo, algumas fotos deste primeiro semestre: